?

Log in

larissabannwart [entries|archive|friends|userinfo]
larissabannwart

[ userinfo | livejournal userinfo ]
[ archive | journal archive ]

(no subject) [Aug. 11th, 2012|02:00 pm]
larissabannwart
LinkLeave a comment

(no subject) [Aug. 11th, 2012|01:59 pm]
larissabannwart
LinkLeave a comment

(no subject) [Aug. 11th, 2012|01:58 pm]
larissabannwart
tumblr_m8e06yemJx1rpodt4o1_500_large
LinkLeave a comment

Top 9 personagens de série preferidos [Aug. 8th, 2012|06:37 pm]
larissabannwart
1. Seth Cohen (The O.C.)
2. Bret McKenzie (Flight of the Conchords)
3. Jemaine Clement (Flight of the Conchords)
4. Joey Tribbiani (F.R.I.E.N.D.S)
5. Salem Saberhagen (Sabrina the Teenage Witch)
5. Ray Hueston (Bored to Death)
6. Daria Morgendorffer (Daria)
7. Jerry Seinfeld (Seinfeld)
8. Maurice Moss (The IT Crowd)
9. ALF (ALF)
LinkLeave a comment

(no subject) [Aug. 4th, 2012|01:02 pm]
larissabannwart
[Current Music |Toro Y Moi - Best Around | Powered by Last.fm]

A verdade é que, sem você, eu nunca mais consegui chorar em nenhum filme. É como se tudo parecesse ficção demais.
LinkLeave a comment

Meus Pseudos [Jul. 30th, 2012|01:34 am]
larissabannwart
[Current Mood |depresseddepressed]
[Current Music |Rilo Kiley - The Execution of All Things | Powered by Last.fm]

Sabe aquelas coisas de filmes em que você encontra a pessoa certa em lugares inesperados? Tipo, supermercado. Aí vocês começam conversar e se dão superbem, trocam facebook e a coisa continua e assim vai, bem de filmes mesmo? Pode parecer besteira, mas eu acredito nisso.
Vivo tendo amores platônicos-momentâneos, fico observando as pessoas no ônibus, na rua, dando nomes a elas e imaginando como é a sua personalidade... Bizarro. Haha.
Mas, sei lá, eu acredito que é nesses momentos que você pode conhecer alguém interessante, sabe? Quando menos se espera, nesses atos do dia-a-dia.
LinkLeave a comment

(no subject) [Jun. 24th, 2012|11:49 am]
larissabannwart
[Current Mood |nerdy]

Um ladrão pode te lançar uma bala, um inimigo pode arquitetar um plano vil, mas ninguém jamais será mais cruel do que um poeta. Este é o mais perigoso de todos, aquele que pode te matar com uma simples palavra. 

Preste atenção: poeta bom, meu bem, poeta morto.

LinkLeave a comment

Despedida [May. 30th, 2012|10:49 pm]
larissabannwart
[Current Mood |sadsad]
[Current Music |Have you Forgotten - Red House Painters]

Hoje, mais do que os outros dias do ano, foi um dia terrível, e eu me pergunto porque nunca te escrevi antes, porque nunca escrevi nada sobre você, que foi tão especial para mim, em todos esses anos, talvez porque depois tenha sido mais difícil. Acho que eu nunca reconheci de fato a sua partida. Uma parte de mim queria sempre acreditar que você estava aqui.

Eu sempre disse verdadeiramente que te amava todas às vezes, e ainda amo, mas o que dói é não poder mais dizer, não poder mais ouvir, a não ser com o coração. Sinto uma vontade louca de ligar para você e dizer que estou com saudade, marcar nossos chás e te fazer companhia na hora na novela. Você dizia que se sentia menos sozinha quando eu ia estudar com você, quando te preparava um chá ou quando me contava sobre alguma notícia da novela que eu nem sabia que estava passando.

Sinto falta de todos os momentos em que chorei no seu colo, e nos quais você me chamava de boneca. Você foi uma pessoa muito, muito importante na minha vida, e eu só não te mando isso agora porque não sei como funcionam os correios do paraíso, mas o que me consola é te imaginar toda de branco, rodeada de anjos, e com o cabelo bem comprido, que é para você se livrar do lencinho.

Fico me perguntando como você reagiria se me visse agora, será que sentiria vergonha se soubesse que eu não realizei 1/54 dos sonhos que pretendia? Eles continuam aqui, irrealizáveis ainda, somente sonhos, sonhos, sonhos, é disso que sou feita.

Lembro de quando eu chorava e você me mandava parar, dizendo que eu havia nascido para ser feliz. Me sinto tão infeliz agora, com tantos sonhos na mente, e sem nada das mãos, nem no coração. Lembra de todas aquelas pessoas vazias que eu criticava? No fundo eu me tornei igualzinha a elas, eu não tenho nada em mente e os meus assuntos são sempre retrógrados.

Eu só precisava dizer, mais uma vez, o quanto eu te amo e o quanto eu sinto a sua falta. Em qualquer lugar que você esteja agora, espero que possa me ouvir, eu queria te agradecer por tudo, por tudo mesmo. Você ficou tão pouco tempo na minha vida, mas foi uma das melhores pessoas que já conheci, e quando você me dizia que deseja o melhor para o seu filho, saiba que eu nunca fui o melhor para ele, nem para ninguém. Nós não daríamos certo, agora  Eu percebo isso, nossas realidades são muito diferentes, e não é só de gostos semelhantes que se constrói uma história. Peço que fique feliz porque sinto que ele está muito melhor agora, agora sim ele está com o melhor, com aquilo que foi destinado a ele, eu nunca fui a melhor opção, nunca, era em vão insistir.

Lembro de você me contanto das suas histórias, e eu gostando tanto de ouvir. Você me ensinou a ver a vida de uma outra forma, e se hoje eu tenho forças para lutar, é porque eu lembro de você me dizendo para eu não desistir. Se tem alguma voz dentro da minha mente que fica a repetir “Continue, continue, siga em frente”, eu sei que é graças a você que ela está lá.

Hoje eu li que  a maior felicidade é viver um sem tê-lo sonhado, e eu concordo com isso. Talvez eu devesse parar de idealizar tanto e começar a viver mais, mas como fazer isso? Preciso você aqui do meu lado para dizer que eu fico horrível com olhos inchados.

Sinto muito a sua falta, obrigada por me ouvir mais uma vez, anjo azul. Eterna mãe.

Link2 comments|Leave a comment

(no subject) [Apr. 21st, 2012|03:21 pm]
larissabannwart
[Current Mood |coldcold]

Não é isso que eu sinto. Eu minto.
LinkLeave a comment

(no subject) [Nov. 20th, 2011|07:52 pm]
larissabannwart
[Current Mood |jealousjealous]

Não vou atrás de ninguém. Não mais. Eu não quero me apegar em ninguém, não quero precisar de ninguém.
LinkLeave a comment

navigation
[ viewing | most recent entries ]
[ go | earlier ]